Sob o feitiço dos livros – Rubem Alves

Nietzsche estava certo: “De manhã cedo, quando o dia nasce, quando tudo está nascendo —ler um livro é simplesmente algo depravado”. É o que sinto ao andar pelas manhãs pelos maravilhosos caminhos da fazenda Santa Elisa, do Instituto Agronômico de Campinas. Procuro esquecer-me de tudo que li nos livros. É preciso que a cabeça esteja […]

Rubem Alves

CONHECENDO UM POUCO MAIS DE RUBEM ALVES:   Caro sr. Roberto Marinho… Sonhos fazem um povo. O senhor, dono da Globo, tem a potência para fazer o brasileiro sonhar RUBEM ALVES Meu pensamento, de tanto ler os poetas e interpretar sonhos, acabou por adquirir prazer especial em associações insólitas. E foi assim que aconteceu: a […]

Porcarias das Universidades

PORCARIAS DAS UNIVERSIDADES Roberto Boaventura da Silva Sá Dr. Jornalismo/USP; Prof. Literatura/UFMT De antemão, informo: o palavrão do título deste artigo foi usado em discurso do papa Francisco numa região de muitos mafiosos na Itália. Aqui, também falo de corrupção. Para isso, começo afirmando: poucos docentes universitários foram às manifestações ocorridas este mês no Brasil. […]

Por dentro da escola

POR DENTRO DA ESCOLA Uma recente matéria veiculada no Jornal Hoje – edição de 19/08 – roubou a cena e minha atenção: “Adolescentes fora de controle: brigas entre alunos são estimuladas por colegas”; aliás, é bom lembrar que isso já não é novidade. Contudo, mesmo assim, confesso que me inquieto toda vez que vejo esse […]

Traseiro e honra

Traseiro e honra Países de cultura cristã conhecem bem o binômio siglar a.C. (antes de Cristo) e d.C. (depois de Cristo). O Brasil (BR) não foge à regra. Uma das primeiras ações dos exploradores portugueses foi rezar missa aos índios. Naquele ato – imortalizado na Carta de Caminha e, depois, na pintura de Vitor Meireles […]

A leitura como inclusão social

Em artigo publicado no jornal A Toga, Porto Alegre, abril de 1967, Flávio Aguiar assim escreveu: “Um estudo da arte contemporânea conduzirá fatalmente a um de seus pontos mais críticos: o hiato existente entre a arte e a grande massa da população”. Passados mais de 30 anos dessa análise, olhamos para a sociedade brasileira e […]

Lixo cultural

“A GENTE SE VÊ” Roberto Boaventura da Silva Sá Dr. Jornalismo/USP; Prof. Literatura/UFMT O artigo de hoje é o terceiro em que trato das “prisões virtuais”. Nos anteriores, abordei o tema de forma ampla. Neste, refiro-me a um concurso público à prefeitura de Cambé, cidade vizinha de Londrina-PR. Ocorrido no último dia 25/03, o concurso […]