A CIVILIZAÇÃO SE TORNA SINÔNIMO DE CRISE - E AGORA? COM VIVIANE MOSÉ


A CIVILIZAÇÃO SE TORNA SINÔNIMO DE CRISE - E AGORA? COM VIVIANE MOSÉ

Pouco antes da pandemia a civilização já exauria, feito um lago que deixa de ser alimentado e aos poucos míngua. Vivemos uma exaustão ambiental em consequência de um modo predatório de lidar com os recursos naturais, vivemos uma exaustão econômica, em função das imensas desigualdades sociais, do desemprego. E, por fim, enfrentamos a exaustão humana, ou melhor a exaustão do modelo de ser humano que criamos, vivemos o ódio à vida, em forma de depressão, suicídio, terrorismo, feminicídio, racismo, ao mesmo tempo em que as mulheres tomam o seu espaço, protagonizam transformações. Se de um lado a vida perde valor em nome da imagem, se vale mais a foto do que a cena em si, o acontecimento, por outro, a sociedade em rede e suas possibilidades de encontro vêm possibilitar novas ordens. A pandemia traz o real, o pé no chão, a vida e a morte, o fim. Dessa dor sairemos diferentes. Como?

 

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=gkVAudmUvUY&feature=youtu.be


Categorias:

Filosofia | Saúde | Relações Interpessoais | Epidemias | Pós-Pandemia |