Filme "PROTESYS"


PROTESYS | 2020 | Dir: Afonso Poyart, com Cauã Reymond e Flávio Reitz

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=ImfQ5HueuPs&feature=emb_title

 

Filme online gratuito com Cauã Raymond mistura história real e ficção científica

Protesys traz Cauã Reymonde e Flávio Reytz

O curta-metragem Protesys, estrelado por Cauã Reymond e pelo atleta paralímpico Flávio Reitz, já está na internet.  O diretor Afonso Poyart (“Mais Forte que o Mundo: a História de José Aldo”, “Solace – Presságios de um crime”com Anthony Hopkins e da minissérie “Ilha de Ferro” do GloboPlay) estreia o seu novo e inédito filme.

Protesys mistura narrativa de documentário com ficção, mostrando a história de superação de Flávio Reitz, medalhista paralímpico que foi diagnosticado com um tumor no fêmur da perna esquerda quando adolescente e teve que amputá-la. O início do filme traz ele contando essa história. Já percebemos que o diretor consegue dar um tom de epicidade ao jeito como Reitz vira um atleta. E aí acontece uma guinada para a ficção científica.

O começo real confere um peso interessante e dá a impressão que seguirá um rumo de biografia de superação. Contudo, vemos que Flavio foi convidado por uma start-up americana, a  SOLIDLIMBS, para testar uma revolucionária tecnologia de próteses biônicas. Ou seja, um novo conceito de super-prótese. O curta segue um estilo como se fosse de propaganda revolucionária ou matéria jornalística e forncece belas sequências. Inclusive, a cena da dançarina de balé com um robô é linda.

Futuro

Protesys mostra um futuro possível de acontecer. A saber, o curta integra um projeto de um longa-metragem que Afonso está desenvolvendo no mesmo universo. O filme será ambientando num futuro próximo, onde os atletas paralímpicos usarão próteses de alta performance, e passam a superar antigas marcas e quebrar todos os recordes, tornando-se ídolos instantâneos. O mundo dos esportes muda. Em seguida, a Paralimpíada vira o evento esportivo mais importante do planeta. Então, os atletas sem próteses passam a não chamar muita atenção.

 “O curta se passa num recorte de temporal anterior a história do futuro longa-metragem, no qual essas super próteses ainda estão em fase de testes. Imaginamos um encontro entre a vida real e a ficção, em que um esportista brasileiro, o campeão Flávio Reitz, é convidado para fazer parte de deste time que está testando essa nova tecnologia”, conta o diretor Afonso Poyart. 

Cauã Reymond

“Quando Afonso me falou sobre o projeto, achei genial e topei na hora. Para mim foi uma grande novidade, nunca tinha feita nada neste formato. Tenho uma sinergia muito forte com ele. Mergulhei totalmente neste universo para poder estar livre para criar junto com ele no set”, conta Cauã Reymond.  

Sobre as próteses o atleta Flávio Reitz afirma que “espero que continuem evoluindo cada vez mais e que propiciem a melhoria na qualidade de vida dos amputados. Acho que o filme vai trazer outras argumentações e pontos de vista ao debate, principalmente no que tange ao que esperar do futuro. Mas acredito que o principal é fazer pensar fora da caixa.”

Fonte: https://viventeandante.com/tag/proteses/


Categorias:

Tecnologia | Documentário | Filme | Esporte |