Conheça os Centros de Recondicionamento de Computadores (CRC)


A Estação de Metarreciclagem também é um Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Ou seja, é um espaço físico adaptado para o recondicionamento de equipamentos eletroeletrônicos, que posteriormente, depois de recondicionados, são doados em plenas condições operacionais a Pontos de Inclusão Digital, tais como telecentros, escolas públicas, bibliotecas públicas, entre outros.

Além de promover a revitalização de Pontos de Inclusão Digital, o Centro de Recondicionamento de Computadores também capacita jovens não somente para o mundo do trabalho, mas também para a vida adulta autônoma, promovendo sua formação cidadã.

Capacitação Profissional

A capacitação técnica em informática oferecida tem como objetivos principais a geração de renda e o ingresso do aluno no mercado de trabalho. Nas oficinas de formação, a dimensão pedagógica é focada na capacitação dos participantes para o uso crítico das novas tecnologias da informação e comunicação, em especial o computador e a internet, visando melhoria da sua qualidade de vida e a geração de renda.

As oficinas de capacitação profissional são oferecidas gratuitamente e os laboratórios estão equipados com ferramentas e instrumentos necessários para garantir a prática do conhecimento a cada um dos participantes.

Cada oficina possui carga horária de 80 horas, com duração de aproximadamente dois meses. São ofertadas oficinas de informática básica, suporte técnico e manutenção de computadores, montagem e configuração, eletrônica, robótica livre, edição de vídeo e internet/redes sociais. Para participar, basta ter mais de 14 anos.

Todos os educadores sociais que ministram aulas são, obrigatoriamente, ex-alunos do projeto. Ao longo de sua história, já capacitou mais de 10 mil alunos e os preparou para o mercado de trabalho. Em 2017, mais de 330 alunos concluíram os cursos ofertados gratuitamente.

Reuso de Computadores

A ação de reuso de computadores está baseada no recondicionamento, que consiste na limpeza, manutenção nos computadores, substituição de peças e componentes que apresentam defeitos, acréscimo de componentes para melhoria de desempenho e instalação de softwares livres.

Os computadores, depois de recondicionados, são doados para iniciativas de inclusão digital, bibliotecas, telecentros, governos, laboratórios em escolas públicas, entre outras iniciativas.

O processo de recondicionamento é realizado por alunos estagiários do projeto. O estágio tem duração de até cinco meses e tem como foco colocar os alunos para exercitarem e por em prática todos os conhecimentos adquiridos nos cursos. O estágio é remunerado.

Desde sua implantação, o projeto já proporcionou a doação de mais de 5 mil computadores, beneficiando mais de 400 comunidades, em 21 estados brasileiros.

Fonte: https://www.programandoofuturo.org.br/crc/

CRC, Centros de Recondicionamento de Computadores

Video institucional dos Centros de Recondicionamento de Computadores, CRCs, iniciativa fomentada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, MCTIC, em parceria com Organizações da Sociedade Civil.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=FLq1yPZy2VM&t=9s

 

Lei Logística Reversa e o Lixo eletrônico no Brasil - Arena Conhecimento

Alexandre Mesquita e convidados desenvolvem uma rica conversa sobre Lixo Eletrônico, Logística Reversa e como tudo isso é viável para ser sustentável e ainda alinhado com a economia e o desenvolvimento social.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=y6IU9jReJ3M&t=165s


Categorias:

Tecnologia | Meio Ambiente | Lixo | Trabalho | Educação | Sustentabilidade | Inclusão | Cidadania |