Leonardo Da Vinci

Quem foi Leonardo Da Vinci?

Leonardo da Vinci viveu entre 1452 e 1519 e foi um dos maiores pintores italianos do Renascimento, além de um dos mais importantes gênios que a humanidade já teve. Foi também inventor, músico, filósofo, anatomista, engenheiro, arquiteto, escultor e um estudioso da matemática, pesquisando áreas de figuras e o desenho em perspectiva. Os esboços que deixou, em blocos de anotações, mostram sua capacidade de inventar máquinas, que só foram construídas muito tempo depois, como helicóptero, capacete para escafandrista, máquinas de cunhar moedas, macaco de automóvel, bomba de poço e roda hidráulica, entre outros.

A pintura foi o campo em que Leonardo da Vinci mais se destacou. Seu quadro mais famoso, “Mona Lisa”, é também a pintura mais conhecida do mundo. Outra obra importante, “A Última Ceia”, exerceu poderosa influência sobre várias gerações de artistas. Podemos dizer que nenhum homem conseguiu, até hoje, dominar tantos conhecimentos e tantos ramos das ciências e das artes como Leonardo da Vinci.

 

COMENTÁRIO: Que o gênio de Leonardo da Vinci se espalhe sobre todas as pessoas e faça com que elas percebam a importância da História e do conhecimento para as suas vidas!
Da Vinci também é conhecido por ser o autor do “Homem Vitruviano” a qual é uma obra de 1490 e que foi primeiramente baseada numa obra mais antiga sobre arquitetura do famoso Vitrúvio e que faz menção às proporções divinas perfeitas, portanto este homem seria o ideal humano; toda a obra tem proporções baseadas no número ‘phi’ (1,618) que os gregos difundiram.Para a filosofia a figura mostra mais que as proporções perfeitas, pois está repleta de símbolos, a figura presente na obra está dentro de um círculo e de um quadrado que tem relação com a numerologia sagrada, o círculo como símbolo da divindade e o quadrado símbolo da manifestação na matéria a partir da divindade.A figura humana está totalmente integrada à estas figuras geométricas, demonstrando a relação do homem com o universo, o macrocosmo aqui como o universo e o microcosmo como o homem totalmente integrados.

A figura na posição de braços abertos longitudinais ao corpo formam uma cruz latina, símbolo da verticalização do homem em busca do sagrado com um trabalho na matéria (horizontal).

Desta maneira o Homem Vitruviano é um pentagrama, que é um símbolo estelar de cinco pontas representando o homem e sua relação também com os quatro elementos (terra, água, ar e fogo) que por sua vez tem relação com os quatro corpos da Personalidade e a cabeça como o elemento racional da Tríade que traz o poder de discernimento adquirido pela obtenção de conhecimento.

 

kjhk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *